quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

O REI MOMO NO CAMAROTE SKOL BEATS SPIRIT


Foto: Fernanda Firmino/ Ag Fred Pontes

POR TICIANE BICELLI

Depois de abrir o carnaval na última quarta-feira (3) ao receber as chaves da cidade das mãos do prefeito ACM Neto, ao lado também do governador Rui Costa, o Rei Momo não teve descanso. O diretor teatral Nivaldo Nery, o Duzinho, já visitou inúmeros camarotes e trios durante a folia momesca esbanjando simpatia e fofura. 

Para encerrar a maratona de festa, ele escolheu o Camarote Skol Beats Spirit. “Até tinha planejado seguir para outros espaços, mas estou cansado e aqui é tão confortável e animado, que vou finalizar meu reinado no Skol Beats Spirit”, brinca Duzinho que disse que quer emagrecer e não pretende mais ser Rei Momo, ao contrário do irmão que recebeu as chaves da cidade no ano passado e ainda quer concorrer nos próximos carnavais. 

Esta não foi a primeira vez que os irmãos trocaram a coroa de Momo. Alan e Nivaldo Nery também já foram Rei Momo em Lauro de Freitas em anos anteriores. Nivaldo afirma que seu irmão Alan ainda é reconhecido nas ruas de Salvador e que ele adora a fama. “As pessoas ainda lembram dele e agora é minha vez de viver esse momento tão especial. Eu me entreguei à esse personagem, a gente incorpora mesmo. Momo é uma entidade, é uma instituição”, declara Nivaldo Nery, o Duzinho. 

Para que o momento não seja apagado da memória, o Rei Momo pretende escrever um livro. “Pode ser que amanhã as pessoas nem lembrem que fui Rei Momo e eu quero eternizar esse momento de alguma forma. O livro deve se chamar O Diário do Rei”, conclui. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário