quinta-feira, 11 de junho de 2015

SINDICATO DOS COMERCIÁRIOS LANÇA CAMPANHA CONTRA EXPLORAÇÃO DO TRABALHO DURANTE O PERÍODO JUNINO



ASCOM/SECVC
Foto: Arquivo KN

O mês de junho chegou e com ele cresce a movimentação do comércio, pois a preparação para o São João e o inverno fazem com que haja uma demanda grande de consumo da população.

Para atender o crescimento nas vendas, é comum que ocorram contratações temporárias no período e ainda o comércio passe a funcionar em horário especial estabelecido em Acordo Coletivo. Assim, as lojas ficam abertas por um período maior, e o trabalho em alguns finais de semana é comum entre os comerciários nesse período.

É aqui que o Sindicato dos Comerciários faz uma alerta, pois muitos empregadores abusam do que foi estabelecido em acordo e acabam explorando a mão de obra do trabalhador, colocando sobre os mesmos muitas vezes jornadas excessivas de trabalho, além de não os recompensarem devidamente.

CANAL PLUVIAL E RIO VERRUGA CONTAMINADOS HÁ MAIS DE 20 ANOS

POR ANDRÉ CAIRO/TV SUDOESTE



SÉTIMA ARTE EM DESTAQUE: GAROTA IDEAL



POR GABRIEL JOSÉ
Estudante de Cinema da UESB

Ryan Gosling, É O CARA!tudo que grande ator faz  se torna obrigatório pra ser visto ,  e aqui ele está ele  em um filme digamos sensacional apesar de sua trama absurda, você se envolve de tal maneira com a loucura do seu protagonista que acaba se identificando com ela , esse foi o meu caso.

O protagonista desta história é Lars (Ryan Gosling), um rapaz patologicamente tímido que vive na garagem de seu lar de infância, o qual ele cedeu para seu irmão Gus (Paul Schneider) e a esposa deste, Karin (Emily Mortimer). Os dois sempre tentam fazer com que Lars saia de seu mundinho e interaja mais com as pessoas, algo que não acontece nem mesmo quando a sua nova colega de trabalho, Margo (Kelli Garner), se mostra claramente interessada nele. Mesmo assim, Lars possui uma carência desesperada por calor humano em sua vida e eis que, certo dia, ele é apresentado por um amigo a um site que cria bonecas em tamanho real e “anatomicamente corretas”. Seis semanas depois, eis que surge Bianca na vida daquele tímido ser humano. Tratando a boneca como se fosse uma pessoa de verdade, o protagonista interage com ela normalmente, totalmente desligado do fato de que se trata de um mero pedaço de plástico, algo que convence seus familiares de que ele enlouqueceu.